Voltar

Projeto bYou

O bYou – Estudo das vivências e expressões de crianças e jovens sobre os media foi um dos 4 projetos vencedores, no domínio dos Media e da Comunicação, do Concurso promovido, em 2020, pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia para Financiamento de Projetos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico (PTDC/COM-OUT/3004/2020).

Com início a 29 de março de 2021 e fim a 28 de março de 2024, o bYou vai dar voz a quase 1400 crianças e jovens com idades compreendidas entre os 11 e os 18 anos, de norte a sul de Portugal continental.

O objetivo é conhecer e problematizar as experiências desta população com os media. Atendendo às práticas e perceções de crianças e jovens, pretende-se compreender o papel (papéis) que os media ocupam na sua vida quotidiana e dar-lhes oportunidade de se expressarem, de diferentes formas e por vários meios, sobre essas experiências e vivências. Os meios de comunicação escolares serão também objeto de estudo e de intervenção, procurando-se que sejam espaços por excelência de expressão de participação.

São várias as questões que estão em cima da mesa: na sua ralação com os media, o que dá a crianças e jovens satisfação e gozo? Mas, também, o que os incomoda e preocupa? Que temas mais os levam a manifestar-se? E que formatos mais o cativam quando se trata de produzir? Eis algumas das interrogações de partida.

O desenho da investigação – que conjuga metodologias quantitativas e qualitativas, tradicionais e participativas – reconhece a crianças e jovens um lugar de atores sociais e agentes de mudança.

Explorar a veia expressiva e criativa dos participantes fará também parte do projeto, que partirá ao encontro do seu público-alvo em contextos formais e informais de aprendizagem. Outro vetor do bYou prende-se com o encorajamento de práticas mediáticas reflexivas e críticas, numa perspetiva de Literacia para os Media.

A equipa é composta por oito membros: Sara Pereira (investigadora responsável), Daniel Brandão (investigador co-responsável), Manuel Pinto, Clarisse Pessôa, Conceição Costa (Universidade Lusófona), Diana Pinto, Margarida Toscano (Rede de Bibliotecas Escolares) e Pedro Portela.

Entre os consultores do projeto estão nomes destacados no campo da investigação internacional sobre jovens e media, como Henry Jenkins (Annenberg School for Communication and Journalism, University of Southern California, USA) ou Carlos Scolari (Universidade Pompeu Fabra, Barcelona).

A estes dois investigadores, somam-se ainda representantes de importantes estruturas, projetos e órgãos de comunicação dedicados à infância e à juventude. A saber: Teresa Calçada (Comissária do Plano Nacional de Leitura), Manuela Silva (Coordenadora da Rede de Bibliotecas Escolares), Cláudia Lobo (Diretora da Revista Visão), Iolanda Ferreira, (Coordenadora da Rádio ZiGZag, RTP), Luísa Gonçalves (Coordenadora do Projeto Público na Escola) e João Marecos (Líder do Projeto 100 Oportunidades, um projeto fundado pela Global Shapers Lisbon Hub).