Voltar

Jogo – Football Manager 2020 (2019)

É, há já muitos anos, a principal referência entre os simuladores de futebol centrados no treino. Começou, ainda como Championship Manager, por ser um jogo bastante simples: criávamos um perfil e assumíamos o comando da equipa. Tínhamos, enquanto “treinadores”, pouco mais que fazer do que contratar e escolher jogadores, que depois entrariam em campo sob a forma de pequenos círculos. Não era incomum – muito pelo contrário – que uma maratona de CM, como era habitualmente designado, acabasse por resultar na conclusão de várias épocas desportivas. Desde então muita coisa mudou no jogo, a começar pelo nome. Atualmente já temos avatares de jogadores e a hipótese de dar instruções da linha lateral. Também já é possível intervir no treino – sem que se possa deixar de notar que o Football Manager ainda privilegia a sua decomposição por setores ou gestos técnicos, o que em Portugal está em desuso há muitos anos. A gestão dos humores do balneário é um desafio penoso, sobretudo quando se constrói um novo perfil. É neste cenário de maior complexidade que entram, também, os problemas ligados à comunicação: gerir o contacto com os media e a relação com e entre jogadores são dois desafios que o jogo foi introduzindo de modo a tentar ser um retrato cada vez mais fiel do futebol fora dos computadores.

Disponível para Windows/MAC OS (via Steam)
PEGI* 3 – Para todas as idades
*Referência europeia para a classificação etária dos jogos (https://pegi.info/)

Uma sugestão de Pedro Moura