Voltar

Rádio e Televisão de Portugal

Fevereiro 22, 2018

No mundo atual, digital e plurimediático, a RTP tem vindo a ganhar uma particular relevância para o desenvolvimento da Educação para os Média e da Literacia Mediática em Portugal e junto das comunidades lusófonas espalhadas pelo mundo.
O Serviço Público de Media, em particular o de rádio e de televisão, prestado pela RTP deve constituir uma referência para a população e assentar numa oferta que garanta o acesso universal sendo, como tal, um fator de coesão e integração de todos os indivíduos, grupos e comunidades sociais.
A RTP deve, ainda, assumir-se como um fórum de discussão plural e meio de promover a participação democrática alargada dos cidadãos, bem como contribuir para a criação e produção audiovisual, assegurando a divulgação da diversidade da herança cultural nacional e europeia.
Salientamos a aposta em difundir conteúdos que podem ajudar a descodificar os media (imprensa escrita, rádio, televisão, filmes, imagens, textos, sons, sítios na Internet, redes sociais), assim como a estratégia de desenvolver um papel central na promoção da literacia mediática através de programas de consciencialização e projetos de educação para os media.
A Educação para os Média e a Literacia Mediática são cada vez mais condições essenciais para o exercício de uma cidadania ativa e plena, evitando ou diminuindo os riscos de exclusão da vida comunitária. Por outro lado, os cidadãos precisam de desenvolver competências e compreender como usar a tecnologia dos media digitais para avaliar o seu conteúdo, fundamental para a compreensão crítica e participação ativa, que são a base de toda a sociedade democrática. A ausência de competências não só excluem sectores da sociedade de fazer escolhas informadas, como aumenta o risco de exposição a conteúdos nocivos não solicitados ou não confiáveis.

Website