Voltar

Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade

Abril 24, 2018

Fundado em 2001, o Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS) da Universidade do Minho é a principal unidade de investigação em Ciências da Comunicação em Portugal, a única avaliada pela FCT como “Excelente” nos dois últimos processos de avaliação de instituições I&D. Internacionalmente reconhecido pelo trabalho inovador em áreas como Literacia Mediática, Políticas de Comunicação, Estudos de Jornalismo , Publicidade, Comunicação Institucional, Comunicação Intercultural e Estudos Culturais, o Centro tem vínculos bem estabelecidos com algumas das mais relevantes redes globais de pesquisa, task-forces e associações. Tem organizado em Braga, nos últimos anos, congressos científicos de algumas das principais instituições internacionais do sector, nomeadamente da IAMCR e da ECREA, bem como das Ciências da Comunicação e dos Estudos Culturais no espaço lusófono. Em vários destes fóruns investigadores do CECS têm tido papel de liderança.

Além do investimento na análise crítica dos fenómenos de comunicação e da paisagem mediática, esta unidade de pesquisa sempre acreditou que deveria desempenhar um papel fundamental na esfera pública. De acordo com este princípio, os membros do CECS têm sido muito ativos na vida social e cultural e nos assuntos públicos, nomeadamente através da participação no debate sobre o serviço público dos meios de comunicação e o papel que os média devem desempenhar para promover uma cidadania ativa, bem como através da promoção de iniciativas de sensibilização internacional da língua e da cultura portuguesas.

A área da educação para os media e para a literacia mediática , que nasce com o próprio Centro, tornou-se, entretanto, um dos eixos da sua actividade, sendo, atualmente, um pilar do seu projeto estratégico. O Seminário Permanente de Educação para os Media, que há vários anos organiza, junta investigadores nacionais e estrangeiros e constitui um espaço de iniciação e apoio à investigação na área.

O CECS esteve na criação do Grupo Informal sobre Literacia Mediática (GILM), em 2009, que é parceiro do MILobs. Nesse fórum tem tido papel  ativo na organização das sucessivas edições do congresso nacional sobre Literacia, Media e Cidadania, tendo a primeira tido lugar em Braga, em 2011.

Realizou e colaborou em vários projectos de investigação em educação para os media de âmbito europeu e internacional  e foi responsável por estudos para diversas entidades, com destaque para a Entidade Reguladora para a Comunicação Social, para Direção Geral de Educação e para o Conselho da Europa. É desde 2016, membro associado da rede de cátedras UNITWIN Cooperation Programme on Media and Information Literacy and Intercultural Dialogue.

Website