Voltar para as notícias

Google testa funcionalidade que deteta resultados pouco credíveis

Julho 7, 2021

A Google está a testar um novo método para detetar resultados pouco fidedignos. Com o intuito de promover a Literacia Mediática e combater a desinformação, a nova funcionalidade indica ao utilizador que a pesquisa que acabou de efetuar não tem resultados de fontes seguras.  

Fonte: Google (retirado de Mashable)

A funcionalidade foi concebida para detetar tópicos que, por serem muito recentes, evoluem rapidamente – como notícias de última hora – ou outros temas de grande interesse e curiosidade por parte do público, sobre os quais ainda não existe informação concreta por parte de “um leque de fontes”, segundo a Google. No entanto, a própria empresa de Silicon Valley não especifica o que considera como fonte viável ou como atesta essa viabilidade. 

O perigo da desinformação é uma preocupação real de várias empresas tecnológicas ao longo dos últimos anos. Contudo, o contexto da COVID-19 e da alegada fraude nas eleições norte-americanas de 2020 fez acelerar o trabalho de combate a este fenómeno por parte dos gigantes tecnológicos, como a Google e o Facebook.

Embora a funcionalidade esteja apenas na fase de testes e para um pequeno punhado de utilizadores nos Estados Unidos, espera-se que, no futuro, possa ser disponibilizada para todo o mundo.

Espreite a notícia completa