Voltar para as notícias

Começou esta semana formação em literacia mediática para professores

Janeiro 30, 2019

A iniciativa resulta de um protocolo entre o Ministério da Educação e o Sindicato dos Jornalistas que foi assinado no passado sábado, 26 de janeiro, precisamente o dia em que o projeto-piloto arrancou em cinco regiões do país (Águeda, Évora, Faro, Lisboa e Porto).

A formação designada “Literacia dos Media e Jornalismo: práticas pedagógicas com os media e acerca dos media” combina uma componente teórica (8 horas) com outra mais prática (12 horas) e pretende, segundo nota enviada pelo Ministério da Educação, “capacitar os professores para o desenvolvimento de atividades de Educação para os Media, envolvendo alunos e outros membros das comunidades educativas”.

Ao longo deste ano letivo, a iniciativa chegará a 40 agrupamentos de escolas e a uma centena de professores do 3º Ciclo, Ensino Secundário e professores bibliotecários que já estiveram envolvidos em projetos relacionados com os media nas escolas.

A formação é dada por várias duplas, que juntam sempre um jornalista com um académico: Manuel Pinto/Daniel Catalão, João Figueira/Miguel Midões, António Granado/Sofia Branco, Miguel Crespo/Paulo Barriga, Vitor Tomé/Isabel Nery, responsáveis por “disponibilizar aos professores metodologias, recursos e ferramentas” no âmbito da Educação para os Media.

A Educação para os Media é já abordada em várias escolas através da realização de projetos e no âmbito da Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania, tendo sido publicado já em 2014 o Referencial de Educação para os Media para a Educação Pré-Escolar, o Ensino Básico e o Ensino Secundário, com orientações para que os professores explorem a Literacia Mediática em contexto escolar.

Referencial de Educação para os Media para a Educação Pré-escolar, o Ensino Básico e o Ensino Secundário

A formação que agora se iniciou vem complementar este trabalho e o Ministério da Educação sublinha a sua importância, realçando, no comunicado enviado às redações, que, num tempo de fake news e de emergência do poder das redes sociais, “é urgente formar cidadãos informados, conscientes e participativos para o futuro colectivo”.

Recorde-se que, em janeiro de 2017, um dos 12 pontos da resolução final aprovada no 4º Congresso dos Jornalistas Portugueses visava justamente a Educação para os Media: “É urgente promover a literacia mediática, com iniciativas no domínio da educação pré-universitária e junto da população em geral”.

A formação “Literacia dos Media e Jornalismo: práticas pedagógicas com os media e acerca dos media” conta com o alto patrocínio do Presidente da República.

Foto: DSmous/Creative Commons